Palácio de Charlottenburg – Schloss Charlottenburg

O Palácio de Charlottenburg é um local imperdível que existe em Berlim, com um enorme parque que reflete as cores da estação como nenhum outro lugar na cidade.

O Palácio Charlottenburg (em alemão Schloss Charlottenburg), é um antigo palácio real do Reino da Prússia e hoje o maior palácio de Berlim. Ele é localizado no distrito berlinense de Charlottenburg-Wilmersdorf, que costumava ser uma cidade independente até 1920, quando foi incorporada à Berlim e se tornou um distrito.
O palácio foi construído no final do século 17 e foi ampliado durante o século 18. Ele inclui decorações internas exóticas em estilos barroco e rococó. Um grande jardim formal rodeado por um bosque foi adicionado atrás do palácio, incluindo um mirante, o mausoléu, um teatro e um pavilhão. Durante a Segunda Guerra Mundial, o palácio foi seriamente danificado, mas desde então tem sido reconstruído e mantido.

O Palácio

O palácio recebeu, inicialmente o nome de Lietzenburg, tendo sido construído por ordem de Sophie Charlotte von Hannover, a esposa do príncipe-eleitor de Brandemburgo Friedrich I. O edifício, inicialmente concebido como um palácio de Verão, foi magnificamente ampliado pelo arquitecto Eosander von Göthe. Depois do falecimento da sua esposa, ocorrido em 1705, Friedrich I deu o nome de Charlotte ao palácio e à povoação adjacente. Entre 1709 e 1712, o palácio foi mais uma vez ampliado, recebendo um pátio de honra, uma impressionante cúpula e uma Orangerie situada a oeste.

IMG_0156Depois do falecimento de Friedrich I, em 1713, o Schloss Charlottenburg teve uma existência sombria durante o reinado do seu sucessor, Friedrich Wilhelm I. O palácio não foi totalmente abandonado, as medidas de conservação necessárias foram mantidas e também as salas continuaram sendo aquecidas durante o inverno, apenaspara manter a vida útil dos móveis. Além disso, o palácio continuou sendo usado para fins oficiais. Imediatamente após a morte de Friedrich Wilhelm I, ocorrida em 1740, o novo rei, Friedrich II (mais tarde chamado de “o Grande”) escolheu o Schloss Charlottenburg como sua residência. Ele sentia um grande carinho por este lugar, nonde a sua espiritual e altamente educada avó Sophie Charlotte tinha trabalhado. Assim, reservou algumas salas no andar superior da construção central (Palácio Antigo) para si próprio.
Durante sua residência no palácio, Friedrich II ordenou a ampliação o palácio, ao estilo rococó, de acordo com as suas necessidades. Anos mais tarde, Friedrich perdeu o interesse pelo Palácio de Charlottenburg, virando a sua atenção para o palácio de Sanssouci, concluído em 1747 em Potsdam.
No chamado “ano dos três imperadores” (1888), o palácio serviu de residência ao rei Friedrich III da Prússia (I da Alemanha), durante os 99 dias do seu reinado. Friedrich III foi o último membro da realeza a habitar o palácio.

Os jardins do Schloss Charlottenburg (mais conhecidos como Schlosspark – parque do palácio) eram originalmente jardins barrocos à francesa, desenhados por Siméon Godeau em 1697, mas, em 1788, foram convertidos em jardins paisagísticos à inglesa. A sua implementação no terreno foi realizada progressivamente.
Em 1788 foi construído, um belvedere com funções de casa de chá e, entre 1824 e 1825 o Neuer Pavillon (Novo Pavilhão), ao estilo das villas napolitanas. Em 1810 foi construído o mausoléu para a Rainha Luise, a primeira esposa de Friedrich Wilhelm III, falecida naquele ano.
Depois das pesadas devastações sofridas durante a Segunda Guerra Mundial, a diretora da “Administração dos Palácios e Jardins Estaduais de Berlim Ocidental”, Margarete Kühn, mostrou-se favorável a um restauro que aproximasse os jardins à aparência dos jardins barrocos, uma vez que existem poucos desses jardins na Alemanha e nenhum em Berlim. Devido aos altos custos de conservação, a arte ornamental foi formada com a ajuda de diferentes livros de jardinagem barrocos. Apesar de múltiplas críticas a este conceito com pouco rigor histórico, o restauro empreendido em 2001 pelos “Jardins dos Monumentos Históricos de Berlim” foi fiel às criações da década de 1950.

Entre 2004 e o início de 2006, o Schloss Charlottenburg foi usado temporariamente como sede da Presidência da Alemanha, enquanto o Schloss Bellevue, a sua residência oficial, era renovado.

Hoje, o jardim do palácio serve como área de lazer aos moradores das áreas densamente povoadas de Charlottenburg. Desde 2004, existe a intenção, por parte da Fundação dos Palácios e Jardins Prussianos de Berlim e Brandemburgo, de passar a cobrar uma taxa de entrada. Contra esta intenção formou-se uma iniciativa cívica que dá pelo nome de “Salve o Parque do Palácio!”.

Fontes:
http://www.berlin.de/mauerfall2014/en/
Wikipedia

Para mais Alemanizando:
YouTube: https://www.youtube.com/alemanizando
Facebook: https://www.facebook.com/alemanizando
Tumblr: http://comicberlin.tumblr.com/
Twitter: https://twitter.com/c_alemanizando

Compartilhe!

Comente!