Os 25 anos da queda do Muro de Berlim – Lichtgrenze

Entre os dias 7 e 9 de novembro de 2014, o Muro de Berlim foi reerguido na cidade. Ao longo de um trajeto de 15km – que corta a cidade onde o muro passava, 8 mil balões brancos foram colocados lado a lado representando a fronteira marcada pelo muro. É a instalação Lichtgrenze, ou Fronteira das Luzes, criada pelos irmãos Christopher Bauden (um mestre da light art) e Marc Bauden (cineasta).

Às sete da noite do dia 09/11, ativistas e autoridades que tiveram importância na queda do Muro (entre eles, Michail Gorbachev e Lech Walesa) iniciaram a cerimônia no Portão de Brandenburgo. O movimento foi coreografado: o primeiro balão a ser solto subiu aos céus às 19h20 no portão de Brandemburgo; às 19h25 subiram os balões da Potsdamer Platz e do Checkpoint Charlie; às 19h30 os do Memorial do Muro; às 19h35 os do Mauerpark; às 19h40 os da East Side Gallery; e finalmente às 19h45 os balões das pontes Oberbaum e Böse.

A organização do evento demarcou alguns principais pontos de interesse no trajeto, como é possível ver no mapa abaixo:

141107_25M_Dramaturgieplan_b632de686b

Nós começamos a nossa caminhada pelo norte da cidade:

Bundesarchiv_Bild_183-1989-1118-018,_Berlin,_Grenzübergang_Bornholmer_Straße1. Bornholmer Straße (passagem de fronteira)
A passagem de fronteira de Bornholmer Straße foi uma das passagens de fronteira entre Berlim Oriental e Ocidental Berlin entre 1961 e 1990. A travessia foi nomeado pela rua em que estava localizada, a Bornholmer Strasse. A fronteira Bornholmer Straße desempenhou um grande papel histórico ao ser a primeira passagem de fronteira a ser violado durante a queda do Muro de Berlim em 9 de Novembro de 1989.

mauerpark-mauer2. Mauerpark
Mauerpark é um parque linear público no distrito de Prenzlauer Berg, em Berlim. O nome pode ser traduzido como “Parque do Muro”, referindo-se a seu status como uma primeira parte do Muro de Berlim e sua faixa da morte. O parque está localizado na fronteira de Prenzlauer Berg e Gesundbrunnen distrito do ex-Berlim Ocidental.
Em 1946, durante a divisão de Berlim em quatro zonas de ocupação, a área da antiga estação Nordbahnhof foi dividida entre os setores franceses e soviéticos. Após a construção do Muro de Berlim, foi incluído nesta área uma “zona da morte”, fortemente guardada, com muros de ambos os lados. Uma das plataformas de observação, a partir da qual os moradores da Berlim Ocidental poderia olhar por cima do muro para Berlim Oriental, estava neste local.

Gedenkstätte_Berliner_Mauer3. Gedenkstätte Berliner Mauer
O Gedenkstätte Berliner Mauer (Memorial do Muro de Berlim) demonstra a divisão de Berlim pelo Muro e as mortes que ocorreram em função do mesmo. O monumento foi criado em 1998 pela República Federal da Alemanha e o Estado Federal de Berlim. Ele está localizado na Bernauer Straße, na esquina da Ackerstraße e inclui a Capela da Reconciliação, o Centro de Documentação do Muro de Berlim e uma seção de 60 metros (200 pés) do muro.

Berlin, Brandenburger Tor mit Berliner Mauer4. Brandenburger Tor
Ele está localizado na parte ocidental do centro da cidade de Berlim, na junção da Avenida Unter den Linden e Ebertstraße, imediatamente a oeste da Pariser Platz. O portão é a entrada monumental para Unter den Linden, a famosa avenida que anteriormente levaram diretamente para o palácio da cidade. O Portão de Brandemburgo (em alemão: Brandenburger Tor) é um arco triunfal neoclássico do século 18 em Berlim , um dos marcos mais conhecidos da Alemanha.
Veículos e pedestres podiam viajar livremente através do portão, localizado em Berlim Oriental, até que o Muro de Berlim foi construído, 13 de agosto de 1961. A partir de então, os alemães orientais precisavam de um visto de saída, difícil de obter.

19631201potsdamer5. Potsdamer Platz
Potsdamer Platz (em português, Praça de Potsdam) é uma importante praça pública e interseção de tráfego no centro de Berlim, encontrando-se cerca de 1 km ao sul do Portão de Brandemburgo. No espaço de pouco mais de um século, se desenvolveu de um cruzamento de vias rurais para o cruzamento de tráfego mais movimentado na Europa. Este cruzamento foi totalmente abalado durante a Guerra Fria, quando o Muro de Berlim dividia sua localização.

19611208friedrich6. Checkpoint Charlie
Checkpoint Charlie (ou “Checkpoint C”) foi o nome dado pelos Aliados ocidentais, a ponto de Cruzamento mais conhecido entre Berlim Oriental e Berlim Ocidental durante a Guerra Fria.
Checkpoint Charlie se tornou um símbolo da Guerra Fria, representando a separação entre Oriente e Ocidente. Tanques soviéticos e americanos brevemente se enfrentaram no local durante a Crise de Berlim de 1961.
Após a reunificação da Alemanha, o edifício do Checkpoint Charlie se tornou uma atração turística.

 

Durante este final de semana comemorativo, Berlim recebeu mais de um milhão de visitantes. A emoção ao presenciar um povo comemorar sua união e liberdade em clima de ano novo, mas ao mesmo tempo com o respeito às vítimas do Muro, é inexplicável. Enquanto os balões eram soltos, deixavam de brilhar e assim tínhamos a sensação de que, pouco a pouco, o muro “desaparecia” para nunca mais voltar.

0

#lichtgrenze #mauerfall #25JahreMauerfall #fotw25 #fallofthewall25 #murodeberlim #berlinermauer #berlim #berlin #alemanizando

Fontes:
Wikipedia
http://www.berlin.de/mauerfall2014/en/

Para mais Alemanizando:
YouTube: https://www.youtube.com/alemanizando
Facebook: https://www.facebook.com/alemanizando
Tumblr: http://comicberlin.tumblr.com/
Twitter: https://twitter.com/c_alemanizando

Compartilhe!

Comente!